<thead id="pb3hn"><ins id="pb3hn"></ins></thead>
<var id="pb3hn"></var>
<cite id="pb3hn"></cite>
<var id="pb3hn"></var>
<var id="pb3hn"><strike id="pb3hn"><thead id="pb3hn"></thead></strike></var><cite id="pb3hn"><video id="pb3hn"></video></cite>
<cite id="pb3hn"><span id="pb3hn"><menuitem id="pb3hn"></menuitem></span></cite><var id="pb3hn"></var>
<var id="pb3hn"></var><var id="pb3hn"><strike id="pb3hn"></strike></var>
<thead id="pb3hn"><del id="pb3hn"><strike id="pb3hn"></strike></del></thead>
<cite id="pb3hn"><strike id="pb3hn"><thead id="pb3hn"></thead></strike></cite>
<var id="pb3hn"><strike id="pb3hn"></strike></var>

O descalabro fraudulento da democracia burguesa

Softwares Hammer e Scorecard: o impulso da Big Tech para liquidar a democracia

por Matthew Ehret [*]

Roubo eleitoral nos EUA Na noite de 5 de Novembro, o presidente dos Estados Unidos fez comentários da Casa Branca transmitindo a evidência de uma fraude maciça de votos conduzida pela mesma aliança da comunidade de inteligência Wall Street-Big Tech que durante quatro anos esteve activamente a organizar-se para a sua derrubada.

Apesar da veracidade das suas observações, que as crescentes evidências de fraudes no software de contagem de votos apenas validaram, os grande media da NBC, CNN, NPR e MSNBC fizeram o movimento sem precedentes de censurar o presidente a meio do discurso a fim de proteger as mentes dos telespectadores.

Entre suas muitos críticas ao sentido de dever da imprensa, o presidente declarou: "Se você contar os votos legais, venço facilmente. Se contar os votos ilegais, eles podem tentar nos roubar a eleição". ( O discurso censurado pode ser lido aqui na íntegra ).

Mas o que significa isso? O que são votos ilegais?

Como expõe o presidente naquele discurso censurado e em outros locais durante a semana passada, votos ilegais significam exactamente isso: votos obtidos para um candidato ou subtraídos de outro candidato através de meios ilegais. As formas típicas que esses votos ilegais tendem a assumir podem ser: 1) votos pelo correio que chegaram além dos prazos legais e no entanto foram contados de qualquer maneira ou tiveram seus carimbos de data / hora alterados pelos trabalhadores postais ; 2) votos de pessoas mortas; 3) votos de pessoas ausentes que se haviam mudado dos estados em que registaram seus votos. Existem outros, é claro.

A técnica mais importante utilizada em todo este assunto da fraude eleitoral veio à tona na forma de máquinas de votação controladas pelo big tech e software associado de contagem de votos associado que passaram a dominar a maior parte das eleições por todo o mundo nos últimos 20 anos, as quais foram reveladas já há 14 anos atrás no documentário de 2006 Hacking Democracy .

Este é o sistema de fraude revelado pelo advogado do general Flynn, Sidney Powell, na entrevista de 6 de Novembro , quando afirmou:

"Eles executaram um algoritmo para calcular os votos que podem precisar em áreas específicas. Penso que isso explica o que aconteceu em Michigan, onde uma falha no computador resultou numa mudança de votos de cerca de 5.500 a favor do presidente Trump apenas num dos 47 distritos. Todos esses distritos precisam ser verificados para a mesma "falha de software" que mudou o resultado em Michigan dramaticamente".

Powell prosseguiu descrevendo as centenas de milhares de boletins de voto que aparecem misteriosamente no meio da noite, todas a favor de Biden e descreveu o software que fora desenvolvido há uma década atrás pelo empreiteiro da CIA e agora denunciante Dennis Montgomery chamado Hammer and Scorecard: "Eles foram usados pelas forças e pelos operacionais do Partido Democrata que tiveram acesso a estes programas através dos pontos de acesso do governo que eles têm e usaram-nos ilegalmente para mudar votos neste país. Deve ser investigado provavelmente pelos responsáveis da inteligência militar da maior confiança do presidente, os quais podem entrar no sistema e verificar o que foi feito. Mas temos algumas evidências de que foi exactamente isso o que aconteceu".

Esta mensagem foi ampliada pelo ex-analista sénior / denunciante da NSA, Kirk Wiebe , em 7 de Novembro, quando descreveu como estes aplicativos irmãos funcionam em conjunto para mapear os diferenciais de votação num sistema e, em seguida, aplicar mudanças subtis de votos de acordo com códigos de software inteligentes (smartcodes) que invertem os votos de um candidato para outro em microsegundos de acordo com os objectivos do programador.

Se alguém estiver à procura de evidências de isso realmente ter acontecido, então basta examinar o caso do governador republicano Matt Bevin, cujo oponente democrático Andy Beshear recebeu os mesmos 560 votos que foram removidos da contagem de Bevin durante uma última actualização ao vivo da CNN no ano passado.

"Falhas" semelhantes surgiram por todo o país nas eleições de 2020 e ocorreram muito antes de 2019. Na verdade, gravações de denúncias divulgadas em 2015 pelo juiz federal Murray Snow revelaram que estes programas foram utilizados para mudar votos a favor de Obama na Flórida em 2012 e as 600 milhões de páginas divulgadas por Montgomery implicam Brennan e Clapper na administração do uso do Hammer desde que este foi confiscado em 2009 pelo estado profundo de Obama.

O caso revelador da Dominion Systems

O melhor ponto de entrada para o mundo corrupto das eleições falsificadas conduzidas pelo estado profundo de hoje pode ser encontrado no estudo de caso da Dominion Vote Systems , uma empresa canadiana com sede no Colorado que domina o cenário eleitoral americano. Actualmente, o software da Dominion é usado em 30 estados e jacta-se de ter atendido 71 milhões de eleitores em 1.635 jurisdições nos EUA em 2016.

Entre os estados onde este software executa a leitura e contagem de votos, estão incluídos todos os estados indefinidos (swing states) agora sujeitos a recontagens e investigações judiciais, tais como Nevada, Arizona, Minnesota, Michigan, Wisconsin, Geórgia e Pensilvânia.

Em 9 de Novembro, Bethany Blankley, do Examiner de Washington, relatou que "The Dominion Voting Systems, que tem sido usado em vários estados onde foi alegada fraude na eleição de 2020 nos Estados Unidos, foi rejeitado três vezes por especialistas em comunicação de dados do secretário de Estado do Texas e Gabinete do Procurador-Geral por não cumprir os padrões básicos de segurança". Blankley citou a secretária de Estado do Texas, Ruth Hughs, que em 2019 rejeitou os esforços da Dominion para entrar no seu estado , uma vez que os sistemas não estavam "protegidos contra manipulação fraudulenta ou não autorizada".

Indo além para demonstrar seu preconceito partidário como uma arma do estado profundo concebida para derrubar Trump, a Dominion está directamente conectada à Fundação Clinton através do Projeto Delian da Iniciativa Global Clinton. Este projecto foi criado em 2014 e no seu sítio web diz:

"Em 2014, a Dominion Voting comprometeu-se a fornecer às democracias emergentes e pós-conflito acesso à tecnologia de votação por meio do seu apoio filantrópico ao Projeto DELIAN, pois muitas democracias emergentes sofrem com a violência pós-eleitoral devido ao atraso na publicação dos resultados de eleições. Nos próximos três anos, a Dominion Voting apoiará [testes] piloto de tecnologia eleitoral com máquinas de votação automatizadas (Automated Voting Machines, AVM) doadas, proporcionando um processo eleitoral aprimorado e, portanto, eleições mais seguras".

Quando a Fundação Clinton descreve as "democracias emergentes" que se irão beneficiar da generosidade do Dominion, eles estão na verdade a referir-se a nações que foram alvejadas por destruições e reconstruções promovidas por revoluções coloridas sob a imagem da ideia distópica de Soros de uma ordem mundial tecnocrática. Na última década, a Dominion doou mais de US$50 mil directamente à Fundação Clinton para este projecto e seu antigo proprietário William Kennard foi nomeado por Obama como embaixador junto à União Europeia (2009-2013) e antes fora nomeado por Clinton quando chefiou o Comissão Federal de Comunicações de 1997-2001.

Além disso, quando comprou um lobista do Distrito de Columbia, a Dominion não teve senão de olhar o gabinete de Pelosi quando contratou Nadeam Elshami (ex-chefe de gabinete de Pelosi) em 2019.

Antes de saltar para o "é a vingança divina para os republicanos que em 2000 e 2004 usaram as mesmas tácticas para colocar Bush e Cheney no poder", é importante recordar que isto vai muito além da política partidária e atinge o cerne do sistema supranacional do fascismo, o qual opera acima das políticas nacionais. Trata-se de um sistema supranacional ao qual Trump tem resistido desde que assumiu o cargo quando declarou que "o futuro pertence aos patriotas, não aos globalistas" e este é o sistema que no século passado espalhou seus tentáculos por toda a parte do mundo. Sidney Powell acertou em cheio ao dizer: "eles usaram-no contra outras entidades em outros países. Recentemente, aqui, isto voltou-se contra os nossos próprios cidadãos a fim de mudar resultados eleitorais".

O caso das Filipinas

Como foi dito anteriormente, o Projeto Delian do Dominion é uma lembrança das operações de "construção da democracia" de Soros-Clinton que penetraram profundamente nas antigas nações soviéticas e causaram uma confusão embaraçosa nas Filipinas, onde a sua subsidiária Smartmatic (administrada por arqui globalista Lord Mark Malloch Brown) revelou-se estar no centro de uma vasta fraude eleitoral nas eleições de 2010, 2013 e 2016.

Quando o peão de Soros, Benigno Aquino III, foi declarado vitorioso nas eleições de 2010, apesar da falta de popularidade entre o povo e de uma série de falhas de votação, a análise forense das máquinas de votação da Smartmatic foi conduzida por uma equipe liderada pelo especialista em computação Al Vitangcol III e descobriu que todos os sistemas eram facilmente hackeáveis através de diversas maneiras : 1) hackear o cartão de memória para injectar votos negativos num candidato ou votos positivos em outro, 2) utilizar as portas de console e as portas USB na parte de trás das máquinas de contagem que a Smartmatic afirma existir apenas para fins de diagnóstico, mas que o Vitangcol provou que podiam permitir que um laptop comum se conectasse e influenciasse os votos e o software com um cabo serial comum, sem exigir palavras-passe ou nomes de utilizador. Por fim, o hackeamento dos próprios servidores contendo a transmissão de informações eleitorais, como foi o caso nas eleições de 2020 nos EUA, revelou-se extremamente fácil para hackers habilidosos da equipe de Vitangcol.

Os resultados destes e de outros estudos efectuados aos sistemas da Smartmatic irritaram o presidente Duterte o suficiente para exigir , em Maio de 2019, que o governo filipino "se desfizesse desses Smartmatics e procurasse um sistema novo que fosse livre de fraudes", dando-lhes três anos para cumprirem a tarefa.

Até agora, estabelecemos os fundamentos do lado técnico da fraude eleitoral que ocorreu tanto nos EUA quanto internacionalmente, e revimos alguns dos agentes e operacionais superiores que comandam o jogo a partir do topo ... no entanto, ainda não começámos realmente a olhar para a própria besta em toda a sua fealdade.

Este é um exercício que faremos em pormenor na próxima edição, a qual introduzirá a figura de Lord Mark Malloch Brown como uma mão de ferro por detrás do esforço britânico não só para desfazer a Presidência de Donald Trump como também a própria república e o sistema de Estados-nação soberanos por toda a parte.

13/Novembro/2020

Ver também:
  • Hammer And Scorecard, The Plot To Steal The Presidency (Hammer e Scorecard, a trama para roubar a presidência)
  • Primeiro vem uma guerra civil , de Pepe Escobar
  • #UmbrellaDeal?eleitoral?! Protógenes Queiroz revela fraude na urna eletrônica! [no Brasil]
  • When Does a ‘Glitch?Become a Coup? It’s Time to Regulate America’s Fly-by-Night Voting Machine Monopoly (Quando é que uma 'falha' se torna um golpe de estado? ?tempo de regulamentar o monopólio ilícito da máquina de votação da América)
  • Los que siguen sin felicitar a Biden
  • Election WAS rigged says head of Fed Electoral Commission (Eleição FOI manipulada diz o chefe da Comissão Federal Eleitoral).

    [*] Jornalista e fundador da Canadian Patriot Review .

    O original encontra-se em www.strategic-culture.org/...


    Este artigo encontra-se em https://resistir.info/ .
  • 16/Nov/20
    欧美ZOOZZOOZ视频,亚洲熟伦熟女专区,波多野结AV在线无码中文,国产精品自拍