<thead id="pb3hn"><ins id="pb3hn"></ins></thead>
<var id="pb3hn"></var>
<cite id="pb3hn"></cite>
<var id="pb3hn"></var>
<var id="pb3hn"><strike id="pb3hn"><thead id="pb3hn"></thead></strike></var><cite id="pb3hn"><video id="pb3hn"></video></cite>
<cite id="pb3hn"><span id="pb3hn"><menuitem id="pb3hn"></menuitem></span></cite><var id="pb3hn"></var>
<var id="pb3hn"></var><var id="pb3hn"><strike id="pb3hn"></strike></var>
<thead id="pb3hn"><del id="pb3hn"><strike id="pb3hn"></strike></del></thead>
<cite id="pb3hn"><strike id="pb3hn"><thead id="pb3hn"></thead></strike></cite>
<var id="pb3hn"><strike id="pb3hn"></strike></var>

A integridade desapareceu do ocidente

por Paul Craig Roberts

Entre os líderes políticos do ocidente não há nem um grama de integridade ou moralidade. Os media impressos e a TV do ocidente são desonestos e corruptos para além de qualquer conserto. Mas o governo russo persiste na sua fantasia de "trabalhar com os parceiros ocidentais da Rússia". O único meio de a Rússia poder trabalhar com bandidos é ela própria tornar-se uma bandida. Será isso o que quer o governo russo?

Finian Cunningham nota o absurdo do alvoroço entre os políticos e o media acerca do (tardio) telefonema a Putin para congratulá-lo pela sua reeleição com 77 por cento dos votos, uma mostra de aprovação pública que nenhum líder político ocidental poderia atingir. O enlouquecido senador do Arizona chamou a pessoa com a maior maioria de votos do nosso tempo de "um ditador". Mas um ditador real empapado em sangue na Arábia Saudita é festejado na Casa Branca e bajulado pelo presidente dos Estados Unidos.    www.informationclearinghouse.info/49069.htm

Os políticos e presstitutos ocidentais estão moralmente ultrajados acerca de um alegado envenenamento, não apoiado por qualquer prova, de um antigo espião sem importância às ordens do próprio presidente da Rússia. Esta espécie de insultos insanos lançados ao líder da mais poderosa nação do mundo em termos militares – e a Rússia é uma nação, ao contrário dos mestiços países ocidentais – levanta as probabilidade de um Armagedão nuclear muito superior aos riscos incorridos durante a Guerra Fria do século XX. Os loucos insanos que fazem estas acusações não provadas mostram desrespeito total por toda a vida sobre a terra. Eles encaram-se como o sal da terra e como pessoas "excepcionais, indispensáveis".

Pense acerca do alegado envenenamento de Skirpal pela Rússia. O que pode ser isto senão um esforço orquestrado para demonizar o presidente da Rússia? Como pode o ocidente estar tão ultrajado com a morte de um agente duplo, isto é, de uma pessoa enganosa, e completamente indiferente aos milhões de pessoas destruídas pelo ocidente só no século XXI. Onde está o ultraje entre os povos ocidentais quanto às mortes maciças pelas quais o ocidente, a actuar através do seu agente saudita, é responsável no Iémen? Onde está o ultraje ocidental entre os povos do ocidente acerca dos mortos na Síria? Os mortos na Líbia, na Somália, no Paquistão, na Ucrânia, no Afeganistão? Onde está o ultraje no ocidente quanto à constante interferência ocidental nos assuntos internos de outros países? Quantas vezes Washington derrubou um governo democraticamente eleito nas Honduras e reinstalou um fantoche seu?

A corrupção no ocidente estende-se para além de políticos, presstitutos e um displicente público de peritos. Quando a ridícula Condi Rici, conselheira de segurança nacional do presidente George W. Bush, falou de armas de destruição em massa de Saddam Hussein, não existentes, a enviarem uma nuvem nuclear sobre uma cidade americana, tais peritos não se riram dela. A probabilidade de um evento assim era precisamente zero e todo perito sabia disso, mas os peritos corruptos mantiveram suas bocas caladas. Se falassem a verdade, sabiam que não ficariam na TV, não obteriam uma gratificação do governo, estariam fora de cogitação para uma nomeação governamental. Assim, aceitaram a mentira absurda destinada a justificar uma invasão americana que destruiu um país.

Isto é o ocidente. Não há nada senão mentiras e indiferença para com as mortes de outros. O único ultraje é orquestrado e dirigido contra um alvo: o Taliban, Saddam Hussein, Gaddafi, Irão, Assad, Rússia e Putin, e contra líderes reformistas na América Latina. Os alvos do ultraje de Washington são sempre aqueles que actuam independentemente de Washington ou que já não são úteis para os seus propósitos.

A qualidade das pessoas em governos ocidentais chegou ao colapso, ao próprio fundo do barril. Os britânicos realmente têm uma pessoa, Boris Johnson, como secretário do Exterior que é tão desprezado que um antigo embaixador britânico não tem escrúpulos em chamá-lo categoricamente como mentiroso.    www.informationclearinghouse.info/49067.htm   O laboratório britânico de Porton Down, ao contrário da afirmação de Johnson, não identificou o agente associado com o ataque a Skirpal como um agente novichok russo. Note-se também que se o laboratório britânico é capaz de identificar um agente novichok, também tem a capacidade de produzi-lo, uma capacidade que têm muitos países pois as fórmulas foram publicadas anos atrás num livro.

Que o envenenamento por novichok de Skirpal é uma orquestração é óbvio. No minuto em que o evento ocorreu a narrativa estava pronta. Sem qualquer evidência à mão, o governo britânico e os media presstitutos estavam a berrar "os russos fizeram isto". Não contente com isso, Boris Johnson berrou: "Putin fez isto". A fim de incutir temor e ódio à Rússia na consciência britânica, ensinam às crianças nas suas escolas que Putin é como Hitler.    russia-insider.com/...

Orquestrações tão flagrantes como esta demonstram governos ocidentais sem respeito pela inteligência dos seus povos. Que governos ocidentais escapem impunes a estas mentiras fantásticas indica que os mesmos são imunes à responsabilização. Mesmo se a responsabilização fosse possível, não há sinal de que povos ocidentais sejam capazes de fazer com que seus governos sejam responsabilizados. Quando Washington conduz o mundo à guerra nuclear, onde estão os protestos? O único protesto é de escolares com cérebro lavado a queixarem-se da National Rifle Association e da Segunda Emenda.

A democracia ocidental é uma farsa. Considere-se a Catalunha. O povo votou pela independência e foi denunciado por fazer isso pelos políticos europeus. O governo espanhol invadiu a Catalunha alegando que o referendo popular, no qual o povo exprimiu sua opinião acerca do seu próprio futuro, era ilegal. Líderes catalães estão na prisão à espera de julgamento, excepto Carles Puigdemont que escapou para a Bélgica. Agora a Alemanha capturou-o no seu retorno à Bélgica vindo da Finlândia, onde deu uma conferência na Universidade de Helsínquia e está a mantê-lo preso para um governo espanhol que tem mais semelhança com Francisco Franco do que com democracia.   www.rt.com/news/422269-catalan-puigdemont-detained-germany/ A própria União Europeia é uma conspiração contra a democracia.

O êxito da propaganda ocidental em atribuir a si próprio virtudes não existentes é o maior êxito de relações públicas da história.

26/Março/2018

Ver também:
  • We're Headed To War With Russia, and No One Seems to Care , The Saker
  • US expulsion of Russian diplomats is ‘declaration of war , George Galloway
  • Neocons Are Back With A Big War Budget & Big War Plans , Ron Paul

    O original encontra-se em www.paulcraigroberts.org/2018/03/26/integrity-vanished-west/


    Este artigo encontra-se em http://resistir.info/ .
  • 27/Mar/18
    欧美ZOOZZOOZ视频,亚洲熟伦熟女专区,波多野结AV在线无码中文,国产精品自拍